Para amar é preciso...

Para ser feliz, é preciso sofrer por amor. Um mar de ódio, de lágrimas e de dor criar-se-á e quando o espelho mostrar o sentimento de derrota. A indignação conquistará o castelo de ilusões. A sua força demoliadora é inquestionável. Graças a ela, o império irá ruir no verde campo da esperança e jamais erguer-se-á. Seguir em frente, cavalgar pelo mundo, explorar recantos são caminhos possiveis mas, o fantasma mortificar-te-á sempre que conquistares a felicidade temporária. A queda é inevitável e a saudade será memorável. Os dias serão angustiantes e a vida será assente no pilar da tristeza. É inadmissível tentar resistir à condenação divina. Deixou de rodar à volta dos interessses para, se concentrar num só objectivo. Despromovido de imperador, tornar-se escravo da desdita. O mundo ideal viverá o apocalipse. O peso da desilusão será forte demais para as fracas costas. A beleza da dor será estonteante o suficiente para turvar a visão. Os ossos fraquejarão com o medo de enfrenta-la. No fim, quando for possível sentir a pressão, o desgoto, a obecessão e o caminho estreitar-se, pode-se finalmente dizer que "és feliz" pois já amaste.